Bem Vindos ao Palácio de Versailles, na França

Versailles_Palace

O Palácio de Versailles foi o berço de muitos Reis, Rainhas, príncipes e princesas da França. Cada monarca deixou um pouquinho de si por lá, seja em sua decoração ou arquitetura. Uma das minhas maiores vontades é conhecê-lo. Adoro seus ornamentos, papéis de parede, passagens secretas e o ar Rococó que exala, cheio de exuberância e extravagância mas sem perder a elegância.

Considerado um dos maiores do mundo, o Palácio de Versailles possui 2.153 janelas, 67 escadas, 352 chaminés, 700 quartos, 1.250 lareiras e 700 hectares de parque. É um dos pontos turísticos mais visitados de França, recebe em média oito milhões de turistas por ano e fica a três quarteirões da estação ferroviária.
Construído pelo rei Luís XIV, o “Rei Sol”, a partir de 1664, foi por mais de um século modelo de residência real na Europa, e por muitas vezes foi copiado.

Abaixo separei algumas fotos inspiradoras do lugar para que nós, meros mortais, possamos ao menos imaginar como teria sido viver ali (claro que deixando de fora todas as conspirações políticas que deviam rolar, também). Mas para conhecê-lo na íntegra, assista ao vídeo um pouco mais abaixo e deslumbre-se não só com sua beleza e arquitetura mas também com sua história!

Trilhas Sonoras que encantam #1 – Romances de época

large

Nada melhor do que quando chega a hora daquela cena ápice no filme e como se já não bastasse toda a história, os personagens cativantes e o climax do momento, começa lá no fundinho, aquela música que amarra tudo junto e dá um laço, no final!

Pensando nisso, criei a sessão ‘Trilhas sonoras que encantam’ que vai ficar ali na categoria ‘música’. O tema de hoje é Romances de Época, um deleite pra quem gosta de músicas clássicas ❤

Desfrutem!

Rose Garden – Adrian Johnston (Filme: Amor e Inocência)

Victoria and Albert – Ilan Eshkeri (Filme: A Jovem Rainha Victoria)

Hope Theme – Gabriel Yared, Cyrille Aufort e City of Prague Orchestra (Filme: O Amante da Rainha)

None Can Die – Anne Dudley (Filme: Tristão e Isolda)

Opus 23 – Dustin O’Halloran (Filme: Maria Antonieta)

Opus 17 – Dustin O’Halloran (Filme: Maria Antonieta)